domingo, 25 de junho de 2017

Aos Domingos uma receita

Caril de frango
 
Ingredientes
1 lata de leite de côco
4 coxas de frango

Arroz q.b.
1 colher de sopa de pó de caril amarelo                                     




 A preparaçao não tem nada que saber. Estufe o frango normal como costuma e reserve. Faço o arroz á parte bem sequinho e branquinho. Reserve. Volte a pegar no frango e em lume brando junte a lata de leite de côco e a colher de caril em pó. Deixe ferver e vá mexendo. Quando ferver, desligue o lume e sirva com o arroz á parte e uma salada. Bom apetite!!


sábado, 24 de junho de 2017

Divórcios



Tenho uma colega que esta a passar por um divórcio. Tanta mas tanta gente que passa por isso! Sei que deve ser muito complicado, nomeadamente se ainda há amor, se há filhos e ver no fundo, é ver um projeto de vida chegar ao fim, uma família, enterrarem-se sonhos, ter que repensar tudo de novo, porque o que achávamos que ia resultar não resultou, seja por que razões for.
É muito complicado quando há duas pessoas destruídas por uma separação, quando há sentimentos que se perdem, quando se perde a luz, muitas vezes a força ou a confiança. Aparece depois o ressentimento, a cobrança, as acusações mutuas, o magoar, o ferir. As pessoas esquecem-se que um dia já resultou, já se amaram, já viveram uma vida, já passaram por tudo juntos.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ser gaja



Nós  mulheres gostamos de malas, mochilas, sapatos, sandálias, brincos, colares e maquilhagem. Por exemplo, as mulheres compram relógios porque são bonitos e condiz com os sapatos, e não porque são bons. Tenho relógios que estão sem pilhas, que gosto tanto que ando com eles na mesma.
As mulheres adoram fazer compras e, mesmo quando não há dinheiro para gastar, adoramos andar pelas lojas e perdemos exactamente o mesmo tempo a analisar tudo como se fossemos comprar.
Não gostamos de estar numa festa e que a nossa amiga esteja mais bonita do que nós.
Temos plantinhas no trabalho só “para dar um ar”.
As mulheres não apreciam tecnologia. Não interessa se o telemóvel novo tem câmara de 10 megapixels ou se tem 15 Gigas de memória interna. O que importa é que seja giro. Eu, por exemplo tenho um cor-de-rosa! Compramos capinhas com pedras Swarowski ou com umas orelhas só porque é fofinho!
Gostamos de cuscar. A cusquice faz parte da nossa natureza e não digam que não. Gostamos de saber quem se esta a divorciar, quem casou ou quem esta grávida. Mulheres dizem mal das mulheres.

Do Amor que sinto

Lembro-me bem daquela rapariga que ficava deitada na sua cama a imaginar a família que um dia viria a ter. Lembro-me de me questionar onde andaria o amor da minha vida, se teria filhos com ele, se casaríamos.
A vida deu-me mais do que o que eu alguma vez sonhei deitada naquela cama. Deu-me uma família linda que eu não tenho palavras para dizer o quanto amo. Para mim, a família perfeita, uma família que fala de amor todos os dias, que diz  - amo-te -  todos os dias, uma família que ri, que sofre e que se regenera sempre.
Sei que isto parece um cliché mas é realmente o que sinto, bem vivo dentro de mim. O Amor é o alimento e é o ar que respiramos, é a resposta a tanta coisa. É o que acalma o coração e o que põe tudo no seu lugar.

Porque hoje é sexta feira